Follow Us @soratemplates

29 de setembro de 2011

Dicas para estudar online

setembro 29, 2011 6 Comentários


A prova do ENEM está chegando, meu povo, junto com ela vem a as preocupações. Como o exame requer conhecimento de várias disciplinas à rotina de estudo deve ser puxada, não se esquecendo de reservar um tempinho para o lazer. Pensando nisso, resolvi indicar 03 sites, que eu adoro, com portais de notícias que eu adoro, são poucos, mas irão te ajudar bastante.

Esta é uma parte voltada 100% a notícias, dicas de conteúdo, simulados aos vestibulandos e estudantes e geral.
Muitos não sabem que o portal disponibiliza uma agenda com conteúdo programático. Pois é, o portal criou uma página chamada “Agenda do estudante” indicando por qual disciplina o leitor deverá começar a estudar para o vestibular ou provas semelhantes.

Em outro post eu falei do Guia do estudante (veja aqui), e hoje novamente eu indico. O Governo de cada Estado do Brasil deveria ceder aos alunos que estão saindo do colégio e se preparando para entrar na Universidade um exemplar da revista, quem sabe o país não avançaria.
Com uma escrita fácil, vocabulário simples o site conquista milhares de leitores diários, inclusive eu. O portal é voltado para vestibulandos, mas as dicas e conteúdos servem para todos.

Já não chegou à hora de abandonar as horas livres que você passa no Google pesquisando besteiras, vendo e fofocando no Orkut?
O segredo do Google está na paciência, se você pesquisar de verdade com certeza encontrará ótimos sites que te ajudarão.


Estes sãos apenas alguns do muitos sites que existem e que podem lhe ajudar. Leia bastante, pois o segredo do vestibular está na interpretação. Não deixe de ler os livros propostos, resumos ajudam, mas não é como saber de toda a história. 

27 de setembro de 2011

O poder da leitura de transformar vidas!

setembro 27, 2011 2 Comentários


Não é de ontem e hoje que dizem que quem lê adquire mais conhecimento, tem uma boa escrita e vocabulário. Claro que tudo isso é verdade, só que esqueceram que a leitura jamais, em hipótese alguma deve ser forçada. A maioria dos professores quando obrigam os seus alunos a ler algum livro a maioria deles acham chato. O prazer da leitura está no querer, na aceitação!

É tão lindo ver jovens criando blogs para compartilhar os seus pensamentos, dicas literárias... Exemplo disso é a Fernanda Rocha, blogueira que adora escrever resenhas de livros e não consegue ficar sem um bom livro nas mãos. Ela diz que a “leitura é o momento de relaxar, é momento de aprender, de viajar na imaginação, é o momento que eu me dou o direito de entrar em um universo imaginário... Momento de minha mente descansar. A leitura mudou a minha vida, fiquei mais interessada em conhecer outros livros, meu vocabulário está melhorando, minha visão de mundo está crescendo...”

Todo dia é dia de começar, recomeçar ou terminar algo. Que tal você fazer um compromisso de ler um livro neste final de mês? E você que é um leitor assíduo continue devorando os livros. 


Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo, é renovar as esperanças na vida, e o mais importante, acreditar em você de novo.” (Faxina da alma – Carlos Drummond de Andrade)

26 de setembro de 2011

Convivendo com as diferenças!

setembro 26, 2011 0 Comentários

112, este é o número de direitos que os cidadãos brasileiros homossexuais passaram a ter desde maio de 2011. Mesmo com algumas “pessoas” contra essa decisão, o Supremo Tribunal Federal (STF) decretou que gays de todo o país terão benefícios iguais aos dos heterossexuais.

A principio, a relação homoafetiva era considerada um regime de sociedade no código penal. Vários políticos eram contra a decisão, até porque grande parte da sociedade brasileira é preconceituosa e não aceita as diferenças que nela existem. Desse modo, muitos estavam com receio de perder votos dos eleitores.

Para ser considerada uma união estável, assim como para casais heterossexuais, serão necessários alguns requisitos. Não há um prazo mínimo de convivência, mas a relação precisa ser pública, duradoura, contínua, ter a característica de lealdade e com a intenção de se construir uma família, segundo o próprio código penal.

Esta foi apenas mais uma das grandes conquistas por parte dos homossexuais. Eles conseguiram derrubar vários projetos que não os beneficiavam. Tanto é que o famoso “KIT GAY” faz parte dessas vitórias!

Portanto, o Brasil está se mostrando um país democrático, onde as opiniões dos cidadãos estão sendo escutadas, e se continuar assim o futuro será brilhante. Várias conquistas fazem parte da realidade dos brasileiros! 

21 de setembro de 2011

A bendita divisão social!

setembro 21, 2011 4 Comentários


Estamos em pleno século XXI e um novo tema entra em pauta na minha vida: divisão social. Nunca parei para pensar a qual grupo (social) eu pertenço. Nerd? Intelectual? Infelizmente não tenho a resposta, e isso não importa!

Você sabia que o preconceito é uma das formas da discriminação? Para muitos o significado é o mesmo, no entanto, eles se diferem. Em um seminário de Sociologia do ano passado eu aprendi a diferença das palavras. PRECONCEITO: quando você julga alguém apenas por pensamento, daí vem o “pré” (antes). DISCRIMINAÇÃO: quando você põe em prática tudo aquilo que foi pensado em forma verbal ou física.

Não importa a qual grupo social pertença, simplesmente existirá pessoas que nos julgará pelas nossas atitudes, o que é lamentável.

Chega uma hora que cansa, sabe? Se você estuda bastante te chamam de nerd e se é desleixado falam que é burro. A única coisa que buscamos é viver sem rótulos, longe de tudo o que nós faz mal, e que ninguém nos trate como um produto.

Ser jovem é bom, mas estressante. Não vejo graça alguma em segregar alguém por causa de sua escolha sexual ou estilo de vida. A cada dia a sociedade se torna mais pacata. Está na hora de mudarmos, revolucionar o mundo, e não destruí-lo.
 Pense nisto! 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O blog ficou desatualizado por algum tempo, sei disso. Motivo: os meus estudos estão cada vez mais sugando todo o tempo que tenho, e olha que não é muito. Pretendo voltar ao ritmo de postagens no próximo mês. Leitores e leitoras, espero que me entendam. 

9 de setembro de 2011

“Nenhuma manhã sem o amor próprio”

setembro 09, 2011 0 Comentários

Acordei com uma disposição incrível. Quem eu odiava hoje eu amo, e quem eu amo continuo gostando ainda mais. Tem dias que desperto, pulo da cama e falo até com as plantas da minha mãe. Loucura? Não, felicidade. 
Aquela vontade de espalhar o amor pelo mundo.

Será perfeito o dia em que iremos viver sorrindo, felizes porque toda a angústia já passou. Existem momentos em que acho que sou doido. Mas eu divago.

“Hoje eu acordei com uma vontade danada de mandar flores ao delegado, de bater na porta do vizinho e desejar bom dia, de beijar o português da padaria...” Não há nada que me faça infeliz. Nada de mentiras, más companhias...

Sorria, mesmo que tenha que esconder no fundo da alma a dor que o mundo desconhece, pois só sorrindo você não dará a quem te odeia a felicidade de te ver triste, mas a quem te ama a certeza que você é feliz!



3 de setembro de 2011

Críticas aos músicos - e músicas - atuais

setembro 03, 2011 14 Comentários



[Ouvindo "Hacia El Sol", Christopher Uckermann!] 


Pode confessar, assim como eu, você é um musico maníaco. Não precisa de pesquisas para provar que os jovens de todo o mundo não conseguem desgrudar do iPod. É como um vício, onde a cura não existe. Além de relaxante, a música faz bem para alma!

Música e músico são palavras distintas, mas que se completam. Minha mãe sempre diz que existem “artistas” que ao abrir a boca acham que estão cantado. Cantar vai além de ter um rosto bonito e aparecer na TV. Diferente da nossa realidade, cantar requer dom, afinação, estudo também, claro! Mas, do que adianta saber das regras impostas se sua voz parece com a de uma pessoa que está passando fome?

Saiba que eu quero te ajudar, e não te ofender. É que já cansei de lê/ouvir sobre pessoas sem talentos. Poderia até citar nomes, mas dependendo da mente pacata e inútil de algumas pessoas melhor não comentar.

Nas igrejas que frequento dá vergonha dos “cantores”. Eles cantam tão mal. Pessoas que mesmo com um preparo não tem o essencial: o dom!

A música brasileira está sendo banalizada. As letras musicais degrinem a imagem da mulher. Depois perguntam o porquê dos jovens estarem ouvindo mais músicas internacionais que nacionais. Da pra contar nos dedos o número de cantores estrangeiros que ofendem seus ouvintes! Quem tem compromisso trabalha de verdade.

Portanto, se continuar do jeito que está o mercado fonográfico brasileiro cairá. Dizem que gosto não se discute, creio que o musical é uma excessão. 

1 de setembro de 2011

Maconha: caminho para outras drogas

setembro 01, 2011 6 Comentários
Texto: Pe. Evaristo Debiasi


“Quando não formos capazes de viver bem conforme pensamos, acabamos pensando conforme vivemos”. Diante deste modo de pensar a vida tudo pode se tornar justificável e lícito. Quando se perde o horizonte dos valores, do bom senso e do sentido da vida, chega-se a admitir o próprio erro como caminho certo. Nada mais destrutivo para nossa vida do que uma visão distorcida dos princípios e dos valores humanos que governam a vida em sociedade.

O preço de conclusões irrefletidas ou mesmo não científicas e aéticas, podem nos levar à morte, comprometendo seriamente o futuro sadio das novas gerações.

Refiro-me aqui à “campanha sobre a liberação do uso da maconha”, infelizmente defendida por não poucos responsáveis de nossa pátria, que deveriam zelar pela nossa juventude e sociedade. Não deixa de se apresentar como contraditória a campanha a favor do uso da maconha, já que tudo se faz para mostrar os malefícios do cigarro. Todos que trabalham com os usuários de drogas sabem que a maconha é uma das portas de entrada para uso de drogas mais pesadas.

Nenhuma droga é “inocente”, mesmo que seja menos prejudicial que outras. Dizer que a maconha não é droga prejudicial é ignorar as conquistas da ciência e da experiência humana sobre o assunto. Perguntem para os usuários de drogas mais pesadas qual foi a porta de entrada para esse mundo. Vocês verão que a maconha foi o primeiro passo. Perguntem ao Dr. Nahas, um dos maiores estudiosos dos USA sobre o uso destrutivo e perverso da maconha. Perguntem ao Dr. Elias Murad, cientista brasileiro, assessor da ONU no campo das drogas. Perguntem ao Dr. Ulivestein, um dos donos e grande pesquisador da clínica de Marmotan, de Paris. Perguntem aos especialistas dos países que liberaram a maconha, como alguns estados dos USA, a Holanda, a Suíça, e vejam suas respostas. Impressiona-me a superficialidade com que médicos e pessoas se dizem entendidas no assunto falam sobre o uso da maconha, como se ela não fosse uma droga com sérios maléficos para a saúde física, psíquica e social.

Quem me perdoem os que defendem o uso da maconha, mas eles ignoram os seus maléficos, ou desconhecem as informações dos estudiosos sobre o assunto, ou pior ainda, podem ter interesses no us pessoal e econômico da droga. Não é liberando os vícios que salvaremos as pessoas e construiremos uma sociedade sadia. Nem os remédios comuns, necessários à saúde humana, são liberados facilmente, sem testes rigorosos. Como, então, liberar o uso da maconha? É uma insensatez. Espero que o bom senso e o discernimento prevaleçam sobre a superficialidade das decisões.

O caminho a ser tomado pelos legisladores, autoridades, professores, comunidades, igrejas e os pais é o caminho da oferta de verdadeiros valores da vida humana, restituindo a razão de ser, para que as novas gerações se encontrem com seus sonhos e justas aspirações. Sem esta postura de vida jamais construiremos um futuro sadio para a vida humana, para nossas famílias, para a boa convivência social, como para a própria humanidade.

Toda droga é como uma virose que cresce numa sociedade rica em meios, mas pobre pela ausência dos verdadeiros valores da vida. Quando falta o “porquê” e o “para que” na vida humana, isto é, o sentido maior da existência, as autogratificações e interesses pessoais e coletivos se tornam o fim do tudo.