Follow Us @soratemplates

31 de dezembro de 2017

Segredos

dezembro 31, 2017 0 Comentários

Para ler ouvindo "Secrets", do OneRepublic.


 

Quantas e quantas paixões a gente guarda na mente, não confessando-as aos outros? Por aqui são inúmeras! Tenho esse “dom” de não querer externalizar tudo o que se passa no meu coração. Sinto que estaria incomodando ou que os sentimentos não seriam tão interessantes assim. Loucura total, eu sei.

Sou uma pessoa apaixonável, logo, nutrir sentimentos rapidamente por alguém é o que mais faço. Algumas vezes acabo me ferindo, mas em outras, apenas adquiro experiência. Se tem algo que executo com louvor, é aprender mais sobre esses jogos da vida.

Sobre as paixões secretas... Faço coleções delas! Tem o carinha do primeiro período na faculdade, o do curso de inglês, os guris que estudaram na minha sala na época do ensino fundamental e colegial...

Não posso esquecer de mencionar o vizinho que mora em frente à minha casa, claro. Tem também os cantores da minha cidade, jornalistas, colegas de profissão... A lista é imensa e vergonhosa!

Mas é assim. Eu sou assim.

Já que não aparece ninguém interessado em mim e eu, sinceramente, já cansei de procurar, crio mentalmente romances com pessoas que acho interessantes. Não sou idiota de achar que elas são perfeitas, sem defeitos... Sou ciente de que o ser humano é cheio de falhas, então, esperar perfeição onde só existe podridão é coisa pra iniciantes. E eu tô longe disso. No jogo do “trouxismo”, sou campeão.

Na última noite acabei sonhando com uma dessas paixões. É por isso que estou escrevendo sobre... Só pra ficar relatado mais um momento idiota em que perco tempo com pessoas que não se importam comigo, mas que eu faço questão de ocupar minha mente pensando nelas, caso contrário, acabaria surtando por falta do que pensar (e se apaixonar!)
Não sinto vergonha em ter paixões secretas. Pra falar a verdade, acho até legal ficar fantasiando como seria uma relação com pessoa x. Mesmo que o relacionamento nunca aconteça na realidade, na minha mente ele existiu. E foi incrível. 💖🔐

29 de dezembro de 2017

Vai uma retrospectiva aí?

dezembro 29, 2017 0 Comentários


O ano está quase acabando, é verdade, MAS... Antes de me despedir de mais um ciclo, não poderia deixar de enaltecer e divulgar algumas coisinhas que me acompanharam durante 2017. Poderia fazer um post falando sobre o que alcancei e bla bla bla, porém, prefiro deixar mais pra frente. 😉

Antes de partirmos pra tão ~esperada lista~, vale ressaltar que as minhas escolhas não são de coisinhas lançadas somente em 2017. Às vezes curto ser vintage, sabe? #aloka 😜

Let’s go, guys! :)



A primeira categoria é dos artistas que mais admirei neste ano. A quantidade de pessoas é imensa, pois amo acompanhar tretas (olá, Taylor!) e muito barraco. Porém, Anitta, Lady Gaga e Camila Cabello merecem MUITO todo o destaque que tiveram em 2017.

Anitta simplesmente ganhou o mundo em 2017, lançando muitos singles e fazendo um belo trabalho; a Gaga deu um show ao ser transparente sobre seus problemas pessoais (alguém ainda não viu o documentário dela? Tá na Netflix!); já a Camila deu a volta por cima após a saída do Fifth Harmony, tanto é que foi destaque no Spotify, sendo a artista com mais ouvintes mensais (apenas 39 milhões/mês). 👏👏



Ainda falando sobre música... Em 2017 tivemos muitos lançamentos incríveis, trabalhos que foram feitos não só pra hitar, mas pra passar uma mensagem positiva a todos (Taylor deveria aprender um pouquinho....). 😉

Os meus preferidos foram os eps lançados pelo Cameron Sanderson (cantor lá da Inglaterra que já falei sobre ele aqu!), o novo álbum da banda AJR, “The Click"  que tocou horrores na minha radiola durante o ano, inclusive lembra o único crush que tive em 2017; e, claro, o comeback da Kesha. “Rainbow” é o melhor álbum lançado neste ano, disso não tenho dúvidas. Todas as músicas são lindas, possuem letras fortes e de empoderamento! 😍



Quantos às séries, não lembro de nenhum lançamento tão foda quanto a 2º temporada de “Stranger Things”. Até pensei em colocar “The Walking Dead”, mas a 8º temporada está tão lixinho... ☹

“My Mad Fat Diary” foi encerrada ainda em 2015, porém, até hoje faz sucesso, além de ajudar àquelas pessoas que estão passando por algum distúrbio, seja ele mental ou alimentar. Vale super a pena acompanhar esse seriado, viu? Ele me ajudou super!

Já “Eyewitness” é uma série americana que foi cancelada por falta de audiência. Pra quem gosta de drama policial com muita investigação, essa é A série. Falarei sobre ela por aqui em breve! 😉



Em 2017, tivemos tantos lançamentos de filmes, porém, infelizmente não acompanhei muitos. Não sou tão fã de ir ao cinema, sabe? Prefiro ver online mesmo, no conforto da minha cama e tals. Contudo...

O melhores filme que vi neste ano, sem dúvida alguma, foram as adaptação às telonas dos livros “Tudo e todas as coisas” e “Extraordinário”. Se você ainda não viu, corre!

Não poderia deixar “Moana” de lado, já que foi o filme que vi no começo do ano e que me fez chorar horrores. Até hoje lembro da sessão quase vazia que peguei... Me senti até vip! #semcostume 😛



A minha meta de leitura pra este ano foi de 20 livros e, felizmente, consegui alcançá-la! Queria ter lido mais, porém, tive TCC pra fazer, milhares de provas, último período na faculdade... 🙁

Dos livro que li e inseri na listinha de preferidos, estão: o último lançamento da Isabela Freitas, “Não se enrola, não”, pois dessa vez ela tirou os vícios de linguagens e deu mais maturidade à personagem 👏👏; “360 dias de sucesso” é uma verdadeira biografia das bandas que fizeram sucesso rapidamente, mas logo sumiram. Thalita Rebouças criou uma história bem dramática, mas na medida certa!; quanto à “Simon vs. a agenda homo sapiens”, posso classificar como a leitura mais fofinha e leve deste ano, inclusive tem resenha dele aqui.💜💛

-----------

Não sei pra vocês, mas pra mim 2017 passou voando. Lembro como se fosse ontem eu iniciando o ano cheio de esperanças, criando planos e projetos pro futuro... Como era de se esperar, algumas coisas não vingaram, mas, né, 2018 tá aí cheio de gás pra gente correr atrás dos sonhos e objetivos. De verdade, desejo a todos força, amor e saúde pra entrarmos em um ciclo que começa já, já.


Feliz ano novo a todos, migs! 🎇🎆

23 de dezembro de 2017

Apologize...

dezembro 23, 2017 0 Comentários





Eu tento todos os dias esquecer da sua existência, fingir que nada aconteceu e que tudo não passou de um simples sonho, mas é tão difícil lidar com a dor da saudade. Se fosse fácil, tenho certeza de que já teria te esquecido há muito tempo.


Eu me culpo por ser fraco para algumas coisas da vida, tipo te esquecer. Poxa! Você me machucou tanto falando algumas verdades e deixando claro o que rolava entre a gente. Mas, o que eu posso fazer se nada entrava na minha mente?


Como esquecer o dia em que você me mandou mensagem perguntando como eu estava? Juro que naquele momento eu pensei que a vida estava do meu lado e te traria de volta. Mas não! Você está (quase) pronto para partir para outro país. E eu apoio sua decisão. Se pudesse, até iria junto.


Não tem um dia em que eu deixe de pensar em você e ficar criando planos impossíveis. Sei que é um erro e que jamais (?) ficaremos juntos, mas... Sei lá, acredito demais naquelas histórias de amorzinho que vejo nos filmes, livros e seriados. É errado, eu sei, mas é isso que me faz seguir em frente!


Falando em seguir em frente... Por um bom tempo eu fiquei de "luto" por tua causa. Eu realmente estava sofrendo e desejando sempre o pior para mim. Quando vi que você está em outra (e com outra pessoa), resolvi acordar e tocar a vida. Deu certo apenas por dois meses; logo a saudade voltou.


Não adianta eu ficar com outros, porque você ainda vai estar presente na minha mente. É uma loucura tudo isso! E quer saber de outra verdade: eu te amo, mesmo você não me amando. Desculpa por tudo, principalmente por ter entrado na tua vida. Sei que você não queria nada disso. Nem eu. 


Texto que escrevi há dois anos para o D., mas resolvi deixar no rascunho do blog. Atualmente, o sentimento mudou um pouquinho... Hoje consigo entender que o melhor é ficarmos distantes um do outro. E que bom compreender isso. 

12 de dezembro de 2017

Diário, diário... Meu querido diário!

dezembro 12, 2017 1 Comentários


No último fim de semana fui dormir na casa de umas amigas. Enquanto arrumava minhas tralhas, acabei colocando na mochila o meu diário, um caderninho bem velho que me acompanha desde 2015. Já tive vários, mas este é o que está me acompanhando por mais mais tempo. 😃

Como eu não tinha nada pra fazer na casa das miga, resolvi reler os meus relatos. Não imaginei que iria chorar, mas, né, sou chorão! As lágrimas caíram, comecei a relembrar as situações e perceber o quão ótima é a experiência de relatar num caderno alguns momentos da minha vida.   💕

2015 eu posso resumir como um ano divisor de águas, onde fui morar sozinho (por 6 meses), bebi horrores, aprontei coisas que jamais pensei que seria capaz e acabei amadurecendo MUTIO. Foi um ano legal, apesar das milhares de tretas que me aconteceram. 😊



Veio 2016 e lá estava eu procurando trampo, preocupado com a faculdade e relacionamentos, claro. Pelos relatos do diário, foi um ano em que estive muito animado, viajei, curti meus amigos/família e tive muitos momentos de ansiedade. Nessa época, a minha amiga-irmã dividia quarto comigo, na casa dos meus pais.  Adorava ficar até tarde trocando figurinhas com ela. 😍

Lembro que 2016 foi um ano em que criei muitos projetos, mas nenhum saiu do papel. Na verdade, idealizar-e-não-realizar é bem a minha cara; poderia ser até meu sobrenome. 😛

2016 também foi um ano legal, em que aprontei muita coisa, conheci muita gente e refiz meus planos. Acho que eu meio que acordei pra vida, sabe? Nem tudo sairia como eu queria e okay algumas coisas não vingarem. 😉



Assim como 2016, não relatei muita coisa no diário em 2017! Talvez por eu nem saber o paradeiro do mesmo... :P Mas, mesmo assim ainda escrevi algumas palavras, descrevendo o  quão intenso está sendo esta era.  😥

Em 2017, a minha amiga-irmã foi embora, então, tive que começar a dormir sozinho e encarar o escuro (sim, tenho medo da escuridão, pois penso em monstros e tals! #medeixa). Os primeiros dias após a partida da Ana foram bem tensos, porque eu sentia MUITA saudades, chorava e ficava procurando motivos pra viver. Dramas à parte, tudo se ajeitou. Pra mim e pra Ana. 💗

2017 tá acabando e eu tô super animado pra voltar a escrever no meu diário. Quero preencher todas as folhas dele até o fim do ano e comprar um novo caderninho, pois, melhor do que ter um diário velho, é recomeçar num novo-caderninho-bem-fofinho. 💙💛
E tu? Já teve diário? Gosta de escrever em caderninhos? Me conta tuuuudooo! ;)



Tô fazendo parte do #Blogmas2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

 

7 de dezembro de 2017

Sou movido por música! #07

dezembro 07, 2017 1 Comentários
Nesta semana, os usuários do Spotify tiveram o seu balanço pessoal divulgado. Muitos se assustaram com os números de músicas executadas, artistas descobertos, gêneros musicais apreciados e afins. Eu mesmo fiquei em choque quando descobri que, em 2017, ouvi quase 40 mil minutos de música. Isso é MUITA coisa! 😲

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/spotify.jpg

Se alguém tinha dúvidas quanto ao poder do mercado fonográfico, esse balanço do Spotify só veio pra mostrar que ele vai muito bem, obrigado. A cada dia os cantores ficam mais ricos, vendem mais (cópias digitais ou físicas) e conquistam fãs. E o que a gente pode tirar disso? 🤔

A música tem o poder de reunir pessoas, curar dores, servir como terapia e até mesmo entreter. Antigamente havia censura com o que se ouvia, hoje, felizmente, “tudo” é livre. A gente pode ouvir rock-psicodélico-pra-bater-cabelo e tudo bem; podemos também ouvir os funk-rala-tcheca e okay. 😂

Não sei com vocês, mas comigo... A música me ajuda de uma forma inexplicável: se eu estou triste, um pop (tipo Gaga!) é capaz de me animar rapidamente; se eu estou na bad, facilmente consigo ficar pior ou melhor com algum folk (da Ingrid Michaelson, por exemplo!). 😍

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/m%C3%BAsica-Adriel-Christian.jpg

Na minha vida, a música marca época, momentos, sentimentos, pessoas... Sempre tenho uma canção que me lembra um amigo, professor, crush, parentes, etc. E isso é ótimo, pois faz com que, mesmo longe, eu jamais deixe de admirar, amar e emanar energias positivas pra quem eu amo. 🙏

Esse balanço do Spotify, por exemplo, acabou disponibilizando uma playlist com as 100 músicas que mais escutei em 2017. Preciso dizer que tá rolando muita nostalgia por aqui? Uma hora lembro de uma decepção amorosa, logo em seguida vem música de festinha, depois uma deprê e por aí vai. E eu tô amando essa mistura de sentimentos. 😉
Sim, a música está presente durante boa parte do meu dia. Ela me faz bem. Desconfio muito de quem diz não gostar de música. Deve ser uma vida bem chata.

 



Tô fazendo parte do #Blogmas2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

6 de dezembro de 2017

6 coisas difíceis que você precisa aprender

dezembro 06, 2017 4 Comentários
Mais cedo estava olhando os meus e-mails pra fazer uma faxina virtual, pois sou o tipo de virginiano que ~todos os dias~ limpa spam, notificações que chegam do Youtube e afins. Simplesmente não consigo ficar com trocentos e-mails pra ler ou excluir, sabe? É foda! 😪

Na caixa de entrada, acabei perdendo um tempão lendo mais um e-mail que chegou da Newsletter do casal Marc e Angel. Em resumo, eles são coaches, moram na Flórida, atualizam um blog com diversas dicas de vida e propagam amor na internet. Conheci-os através da Fernanda, que vive compartilhando posts deles no Twitter. 😍http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/marc-and-agel-coaches-florida.jpgNo bendito e-mail que chegou, o casal listou 40 coisas difíceis que a gente precisa ouvir, independente da fase que estamos vivendo atualmente. Passei um tempinho traduzindo todas as dicas.  Abaixo, separei algumas, pois são aqueles clichês que merecem ser divulgados! ;)

1. Quando você ouve apenas o que quer, você não está realmente escutando. O certo é prestar atenção nas coisas boas e ruins, pois isso significa crescer, amadurecer e estar preparado pra encarar os outros.

2. Quando você realmente presta atenção, tudo e todos se tornam seu professor. Tire um tempo pra ouvir as pessoas. Você aprenderá também apenas observando. Vai por mim!

3. Paciência não é sinônimo de espera. Paciência é a capacidade de manter atitudes positivas e focadas ao trabalhar duro para mudar sua vida. Ou seja: não é sentar a bunda na cadeira e esperar que tudo aconteça, mas correr atrás dos objetivos, sem neura.

4. Popularidade é irrelevante. Sério, fuja disso! Apenas faça suas coisas com amor, humildade e honestamente. Faça por você, não pra receber aplausos. Muitas das coisas importantes que fizer, nem serão vistas publicamente. Porém, faça-as de qualquer jeito!

5. O perdão é necessário para a paz pessoal. Perdoe os outros sempre, mesmo quando não merecerem. Você não faz isso pelos outros, mas pela a sua paz. Liberte-se do ônus de ser uma eterna vítima!

6. Pessoas ruins podem mudar para melhor. Se a pessoa estiver trabalhando pra mudar pra melhor, não perca tempo trazendo à tona fatos do passado. As pessoas podem mudar e crescer. Isso se chama evolução! ;)

 
E aí, vocês já conheciam Marc and Angel? Já adianto que vale super a pena acompanhar o blog e a newsletter deles! ;)

 



Tô fazendo parte do #Blogmas2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

4 de dezembro de 2017

Pois é, fui roubado! #05

dezembro 04, 2017 5 Comentários
No último fim de semana, eu e a minha amiga tivemos os nossos celulares roubados. O fato ocorreu quando estávamos voltando de uma caminhada. O meu aparelho era um Moto G4, cujo o valor (no início do ano) foi de R$ 1 mil; o da minha amiga era um desses Samsung Galaxy, bem simples.

Assim que chegamos em casa, dois “homens” nos abordaram na porta dizendo que estavam armados, e caso não entregássemos os celulares, eles iriam "atirar sem dó". Fiquei com muito medo e mesmo sem ver revólver algum, passei o aparelho. A minha amiga ainda tentou reagir, mas eu logo gritei pedindo pra ela entregar. 😱

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/Adriel-Christian-23.jpgVeja bem: o meu celular era mais caro, mas eu não relutei em entregar, pois nunca sabemos de fato o que um ladrão é capaz de fazer. Porém, depois do ocorrido, eu entendi a minha amiga. Aquele Samsung-Galaxy-simples era o único meio de comunicação que ela dispunha para conversar com a sua mãe e o filho, já que ambos moram em outra cidade do interior do Estado. 💔

Só depois do ocorrido eu parei pra pensar sobre o choro desesperador da minha amiga. Realmente, é muito triste alguém chegar do nada e nos retirar algo importante. Com que direito a pessoa faz isso? Na verdade, o que se passa na mente de alguém que tem coragem de roubar algo alheio? Preguiça de lutar pra conseguir com o próprio suor? Capaz! 👏👎

Estou sem celular, triste pela a minha amiga e tentando me recuperar do susto. Por segundos ficamos sob o poder de duas “pessoas” que poderiam nos fazer MUITO mal... Isso é assustador e eu não desejo a experiência a ninguém! Por outro lado, estou muito agradecido à Deus pelo livramento! 🙏
Se eu pude aprender algo com esse fato, com certeza foi que somos frágeis e muitos pequenos. Por isso, não vale à pena empinar o nariz pensando que o mundo gira em torno da gente, porque, infelizmente, não gira. 😉



Tô fazendo parte do #Blogmas2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

3 de dezembro de 2017

Perdi 18 kgs em 5 meses

dezembro 03, 2017 8 Comentários
http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/01.jpeg Em julho deste ano, ainda nas férias, resolvi dar uma repaginada na minha vida, começando pelo item 1 da lista de prioridades: meu corpo. Desconfio que sofro de compulsão alimentar, porque tenho o costume de descontar na comida todos os meus medos, anseios e tudo piora quando passo por alguma crise de ansiedade.

Em 2015 eu consegui chegar no corpo que sempre quis, mas acabei terminando o ano mais gordo do que antes de emagrecer. 2016 foi a época em que eu liguei o foda-se pra tudo, bebendo e comendo exageradamente.

Já neste ano de 2017 eu estou focado, firme e forte nos treinos! Até o momento, já eliminei 18 kgs dos mais de 40 que tenho que perder. O meu personal falou que até abril eu consigo, mas eu nem me preocupo. Só a disposição que passei a ter já faz com que eu me anime pra treinar.

Não emagreci ao ponto de surpreender as pessoas que convivem comigo, e quase ninguém me pergunta sobre a minha rotina de treinos. Eu acho  até bom, porque não sou exemplo de vida fitness. Sinceramente, não consigo.

Eu gosto de comer! Comer na hora em que bater a fome e em grandes quantidades. Não posso ser exemplo de vida fitness agora, no máximo alguém que está lutando diariamente contra velhos hábitos.

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/adriel-christian-antes-e-depois.jpgE sim, estou me reeducando, comendo em pequenas porções o que eu comia numa só... Tem dado certo e eu tô adorando fazer aeróbico em jejum logo cedo, treinar à tarde e ficar monitorando a minha alimentação durante o dia. É divertido ficar contando calorias... Às vezes até me sinto nutricionista! :D

Como este post não é dicas pra emagrecer, deixarei apenas um recado:
Confie em si mesmo mesmo. Sempre. Dê o primeiro passo e verá o quão mágico é o poder do exercício físico. Endorfina liberada é sinônimo de alegria e bem estar, por isso indico a todos a prática constante de caminhada, corrida, pedaladas na bicicleta e afins. Tudo muda quando você decide mudar. Eu e os meus menos 18 kgs somos prova disso. ;)



Tô fazendo parte do #Blogmas2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

P.S.: Domingo foi foda pra eu postar, porque roubaram meu celular e eu perdi o foco da vida. Tá tudo bem agora. Post único que vale por duas postagens, sim! :)

2 de dezembro de 2017

Olha o que o amor me faz

dezembro 02, 2017 8 Comentários
Eu sou uma pessoa que vive 100% o amor. Gosto mesmo de me apaixonar, me lançar em novas aventuras e me autoconhecer após a queda. Além disso, acredito que não sei amar de forma saudável, comum. É tudo muito intenso, sabe? Grudo na pessoa, quero saber absolutamente todos os detalhes da vida dela... Chega a ser coisa de gente psicopata! 😂

A coisa piora quando o amor é por algum amigo ou familiar. (Amor no sentido de: admiração, querer bem... Nada voltado pro lado sexual.) Confesso que até choro quando analiso o meu sentimento, pois é muito verdadeiro.

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/rope-1469244_960_720.jpgSempre choro quando lembro das lutas dos meus avós pra criarem 8 filhos; tem também a história da minha mãe, onde muito nova teve um filho pra criar sozinha (eu, no caso!); daí tem o meu pai que ficou sem um pai muito cedo, não aprendendo a ser carinhoso com seu filho (eu, no caso!). 💔

As avalanches de problemas pessoais (junto com as neuras que invadem a minha mente!) fazem com que eu seja uma pessoa completamente sensível. E por ser assim, acabo me colocando no lugar do outro, canalizando dores...

Sim, eu amo demais o ser humano, tanto é que quando vejo casos de violência ganhando destaque na mídia, já fico abalado. Sou muito frágil. Apesar de ser alto, grande e aparentar ser forte, me sensibilizo rapidamente. 😕

Não aceito de forma alguma o ódio gratuito. Aceito amor, abraços, demonstração de afeto. Isso é bom e o mundo necessita de mais pessoas engajadas na causa. 🙌

O amor fez com que eu me tornasse um pouquinho mais “fraco”, mas disposto a entender a dor alheia e estar presente diante das situações boas ou rins. Afinal, quem ama de verdade é parceiro em todo momento, e não nas horas convenientes. 😉

Tô fazendo parte do #Blogmas 2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3

1 de dezembro de 2017

Olar, dezembro!

dezembro 01, 2017 17 Comentários
http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/Adriel-Chrsitian-Via-Lago-Aragua%C3%ADna-Tocantins.jpgEnquanto eu escrevo este post, milhões de pensamentos e preocupações se passam na minha mente. Ser uma pessoa elétrica tem lá as suas vantagens, mas desacelerar é preciso. E como fazer isso diante da correria da vida? Fugir pras colinas? Fica o questionamento! :D

Hoje é o aniversário da minha mãe. A veinha tá chegando aos 40 anos... Nhoin! 😍🎂 Hoje também tenho uma prova da faculdade; uma matéria chata que eu nem sei o motivo de estar na grade... talvez, porque a faculdade tem que ganhar dinheiro enchendo os períodos de besteirol. #verdades

Amanhã tenho que acompanhar a apresentação de dois Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) de amigas que fizeram parte de toda a minha vida acadêmica (e fora dela também!). Estou feliz, empolgado, preocupado e MUITO ansioso. Talvez até mais do que elas. :(

Agora tô ouvindo Rouge! 💕 Graças a Deus as meninas conseguiram jogar as músicas no Spotify e, aparentemente, estão voltando com tudo. Torço muito pelo recomeço e sucesso. Elas merecem.

Ahh, também tô um pouquinho na bad. Um ex-crush, lá de 2014 ainda, retornou à cidade pra ficar por um tempo... De todos os caras que já passaram pela a minha a vida, ele foi o que mais significou algo. Queria MUITO reencontrá-lo, mas creio que não irá rolar! E é melhor assim mesmo. O reencontro só me faria mal, porque ele nunca gostou de mim, e eu... Eu ainda o amo! 💔
Enfim... Dezembro promete ser um mês agitado. Na minha vida e no blog. Todos os dias teremos posts por aqui. Creio que a maioria será bem pessoal, na espécie de “querido diário”. É rápido pra escrever e mais transparente. :D

http://naomevenhacomdesculpas.com.br/wp-content/uploads/2017/12/04.jpg

Sim, tô fazendo parte do #Blogmas 2k17, projetinho onde temos que postar todos os dias, de 1 a 24 de dezembro. A ~maravilhosa~ da Luly é quem organizou com outros blogueiros. <3